Começo de uma Nova História...

Casa de Maria com você

E o movimento na Casa de Maria Embaixadora da Paz não para. Lançamos o nosso informativo, trazendo as novidades da Casa de Maria Embaixadora da Paz, que comemorou 26 anos, recebemos a Imagem Peregrina de Nossa. Senhora de Fátima, enfim muita notícia boa.

E para irmos ainda mais longe, estamos compartilhando com você uma versão digital, para que tenha acesso e possa também enviar a um amigo ou alguém que possa ser assistido por essa Obra.
Esperamos que você goste.

OFICINA DE EMOÇÕES

A Oficina de Emoções é um projeto da Casa de Maria Embaixadora da paz, são grupos de autoconhecimento e apoio emocional, com objetivo contribuir para a paz no mundo através do resgate da paz de dentro do ser humano

São reuniões abertas e gratuitas, com temas simples e de fácil compreensão.

ATENDIMENTO PSICOLÓGICO E NUTRICIONAL

A Casa conta com profissionais especializados para atendimentos psicológicos e nutricionais.

Os atendimentos contecem de maneira particular, e durante todo o dia, agende agora uma conversa com um de nossos profissionais sem dúvida ele poderá ajudar.

FÊNIX – PRÓ SAÚDE MENTAL

A Fênix – Pró Saúde Mental é uma organização civil sem fins lucrativos criada em 1997.

Seu objetivo é dar apoio a grupos de auto-ajuda de portadores de transtornos mentais e seus familiares, no controle e na aceitação do transtorno, visando assim favorecer o seu convívio social, melhorar sua produtividade e qualidade de vida.

Confira testemunhos de quem já passou pela Casa de Maria Embaixadora da Paz

Como chegar na Casa de Maria

"Conheci a Casa de Maria num momento de discernimento vocacional, foi um divisor de águas na minha história. Aprendi que é possível ser feliz e que precisamos viver bem. Claro, tudo é um processo, um caminho até desconstruir nossos achismos no que aprendemos como verdade. Hoje para mim, os erros do passado são o meu melhor adubo para construção da minha vida. Aprendi a ser feliz na Casa de Maria."
Wellington
Missionário da Casa
"Participo dos Grupos Oficina de Emoções desde 2007. Logo de inicio, gostei da metodologia simples e eficiente. Após um ano fui convidada a fazer parte da equipe de serviço. Não aceitei, pois senti que ainda precisava de "colo". Em 2010 fui convidada novamente, e ai sim, aceitei, e me tornei coordenadora do meu grupo. Hoje passados 12 anos estou muito bem. A dor que me trouxe para a oficina está sob controle, pois a dor da perda de um filho é eterna e no meu caso, minha única filha. Aprendi a viver com minha filha no meu coração e na minha mente onde está cada dia mais viva."
Maria José
Coordenadora Jd. Consolata